Agenda

Agenda colaborativa de eventos ciclísticos no Brasil

  • Todos os interessados podem criar eventos na agenda: clique em “Add event” e prossiga
  • Esta agenda privilegia eventos de ciclismo como modo de mobilidade

 

.

Share Button

Uma ideia sobre “Agenda

  1. Charles Sampaio

    A Expedição Cicloturística Pedal Extremo é uma atividade que ocorre anualmente em parceria com a Equipe de Trilha, uma instituição de direito privado sem fins lucrativos, ainda em formação legal, que é referência no Estado do Amapá promovendo e divulgando o uso da bicicleta de maneira sustentável através da promoção de diversas modalidades de cicloturismo, promovendo desta maneira a conscientização no transito difundindo as legislações pertinentes a esta categoria através de passeios ciclísticos realizados na capital e nos demais municípios amapaense

    O Pedal Extremo, Já é um marco na história do cicloturismo do Amapá e teve sua primeira ação em 2012, tendo como destino a famosa Cachoeira de Santo Antônio no município de Laranjal do Jari.

    No período de 04 a 07 de setembro de 2015, a Expedição realizará sua 5ª edição, tendo como meta final de seu passeio, o Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque, e sempre repleta de doses extra de adrenalina num misto de esporte e passeio em uma ação promovida em parceria com a coordenação do grupo ciclístico que promove os passeios urbanos sociais da cidade de Macapá denominado “Equipe de Trilha”.

    Nossa ação, tem por finalidade propor aos seus participantes a experimentação da recreação em contato com a natureza, se utilizando da proposta do turismo ecológico, na modalidade de cicloturismo, contribuindo desta maneira para a difusão das potencialidades do ecoturismo existentes no Amapá, coletando informações de novos possíveis atrativos, trilhas naturais para realização de futuros passeios turístico, balneários, etc. das localidades e municípios por onde irá passar, além de promover um lazer diferenciado aos participantes da Expedição que irão desfrutar de paisagens belíssimas e conhecer mais de perto o modo de vida e a cultura local das comunidades existentes ao longo do trajeto.

    Responder

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *